layouts (cópia) 5 (4)

Gastos com compliance crescerão 50% até 2026 e treinamentos reduzem na mesma medida.

Os dois fenômenos estão correlacionados à medida que são justamente os recursos de treinamento que devem ser alocados – e incrementados – para melhorar processos através da tecnologia.

Muitos líderes de compliance estão insatisfeitos com a efetividade dos seus programas de atividade existentes,” diz Chris Audet, diretor sênior de pesquisa na Gartner Legal, Risk & Compliance Practice. “As atividades de treino existentes não estão alcançando os objetivos chave de mitigação e há evidencias que controles incorporados são mais efetivos.”

Os controles incorporados são mecanismos baseados em processos que conduzem os funcionários a seguir as diretrizes de compliance dentro do seu fluxo de trabalho, podendo investigar, prevenir ou corrigi-lo. De acordo com uma pesquisa em 2021 da Gartner com 755 funcionários, quando as empresas implementam controles incorporados, o número de funcionários que faltam com obrigações de compliance cai para mais da metade (58%).

Parte do apelo é que os controles incorporados podem reduzir o fardo do compliance sobre os funcionários, transformando as obrigações a serem lembradas em avisos oportunos e orientação onde o compliance é necessário.” Diz Audet. “Simplesmente esquecer o treinamento de compliance é uma das maiores causas de falha de controle e tentar mitigar com mais treino provavelmente levará a uma maior fadiga de segurança.”

Além disso, ocorre uma pressão cada vez maior por parte de entidades para que as empresas divulguem voluntariamente má conduta e, assim, não correrem o risco de serem sujeitas a processos criminais, como explica Lauren Kornutick, analista diretora do Gartner Legal Risk & Compliance Practice: “Por exemplo, o DOJ (Departamento de Justiça dos EUA) está incentivando, mas essas empresas só conseguirão fazê-lo se estabelecerem programas de conformidade eficazes e estratégias de gestão de risco que utilizem controles para prevenir e detectar má conduta”.

A analista também salienta que, ainda que a maioria das organizações já apresentem programas de conformidade, as lideranças correspondentes precisam garantir que estão capacitadas para detectar e encaminhar corretamente as informações à gestão e conselho, ao passo que tomem as medidas adequadas e mantenham documentação relacionada a todo o processo.

Nesse contexto, alternativas tecnológicas como as ferramentas de GRC (Governança, Riscos e Compliance) tem ganhado amplo espaço no mercado. Uma recente pesquisa da Gartner apontou que até 2026 o aumento nesse tipo de investimento será de mais de 50%. Além da significativa diminuição de falha humana abordada anteriormente, tais ferramentas auxiliam os profissionais de garantia a avaliar e modificar programas de integridade em tempo real, testar operações, melhorar processos etc.

Assim, o gerenciamento da conformidade ganha materialidade visível no dia a dia, construindo uma compreensão global dos riscos tanto para líderes quanto equipes de garantia, mitigando erros de conformidade e contribuindo para a sobrevivência da empresa.

Quer gerir seu programa de integridade em um só lugar?

Identifique seus processos de negócio, realize análises de riscos, gerencie seus planos de ações, crie fluxos de trabalho, automatize fluxos com uso de automação RPA, tudo em uma única ferramenta. Saiba mais sobre nossa plataforma de governança, o iGRC.

Entre em contato conosco e saiba mais.

plugins premium WordPress